Ir direto para menu de acessibilidade.
Portal do Governo Brasileiro
Início do conteúdo da página
Publicado: Sexta, 28 de Outubro de 2022, 12h04 | Última atualização em Sexta, 28 de Outubro de 2022, 13h24 | Acessos: 313

 

     Goiânia-GO - No período de 28 de setembro à 14 de outubro de 2022, foi realizada, nas instalações da desta Organização Militar (OM), a 1ª fase do Estágio Básico Paraquedista (Estg Bas Pqdt) para os Cabos e Soldado e Recrutas do Efetivo Variável, do Batalhão de Apoio às Operações Especiais (B Ap Op Esp) e das demais OM do COPESP. O Estágio Básico Paraquedista é dividido em três fases.

     A primeira fase é realizada no próprio Batalhão e tem por objetivo preparar fisicamente o Estagiário. A segunda fase desenvolve-se sob a coordenação dos Instrutores da Formação Básica Paraquedista, na Área de Estágios do Centro de Instrução Paraquedista General Penha Brasil (CI Pqdt GPB) com o apoio dos militares do B Ap Op Esp, na Guarnição do Rio de Janeiro-RJ. Nesta fase, que tem a duração de duas semanas, os militares irão aprender e desenvolver as técnicas necessárias à realização do Salto Semiautomático (SSA). A terceira etapa é destinada à realização dos saltos de qualificação.

     O atual Estágio começou com 42 (quarenta e dois) militares voluntários, aprovados no teste inicial. Estes militares passaram por três semanas de um intenso e rigoroso treinamento físico militar, composto das seguintes atividades: Corrida Contínua de 5km, Ginástica básica com Toros, Ginástica Básica, Pista de Treinamento em Circuito (PTC) e Pista de Cordas. Ao final dessas três semanas, no dia 18 de outubro, 30 Militares foram aprovados no Teste de Verificação Física (TVF) e seguiram para o Rio de Janeiro, para a segunda fase do Estágio. Ainda falta muito para que os futuros paraquedistas do B Ap Op Esp possam ostentar em seus uniformes as tão sonhadas “Asas de Pratas”, os “Boots Marrons” e a boina “Grená”, símbolos marcantes do Combatente Aeroterrestre do Brasil.

     Porém, o Comando do Batalhão e todos os demais Paraquedistas da nossa OM parabenizam todos os aprovados pelo esforço e dedicação até o presente momento e os desejam muito sucesso na continuação do Estágio! Além da busca do aperfeiçoamento individual e conquista de um sonho pessoal, a formação do Cabo e Soldado Paraquedista do B Ap Op Esp representa também um aumento na capacidade de apoio aeroterrestre da nossa OM, pois, dentro desta “nova safra” de guerreiros alados surgirão nossos futuros Auxiliares de Dobragem, Manutenção de Paraquedas e Suprimentos pelo Ar (Aux DOMPSA) e futuros Auxiliares de Precursor Paraquedista.

APOIAR É O NOSSO COMBATE!

APOIO! FORÇA! BRASIL!

Fim do conteúdo da página